Nossa história… agora no Canadá

“Eu queria iniciar uma experiência e não apenas ser vítima de uma experiência não autorizada por mim, apenas acontecida. Daí minha invenção de um personagem. Também quero quebrar, além do enigma do personagem, o enigma das coisas.” Clarice Lispector

entrevista em detalhes…

Chegamos no terminal Tietê as 7:30hs, pegamos metro até a Ana Rosa e depois o ônibus Terminal Santo Amaro.

Na Berrini chegamos por volta das 9:00hs, isso pq pegamos um ônibus que deu a volta na cidade inteira. Ficamos enrolando no shopping D&D 1 hora, e exatamente as 10horas estávamos na recepção do escritório de Québec. Subimos até o 15° andar e ficamos aguardando, assistindo um DVD do Cirque du Soleil, o que foi muito bom porque nos aliviou a tensão pré-entrevista.

Claro que a todo barulho de portas abrindo/fechando nós nos assustavámos 🙂

Por volta das 10:55h, uma porta se abriu à nossa frente, e um casal saiu, sorridente, com cara de alívio, e atrás deles Monsieur Daniel LeBlanc … ai ai ai, ele se despediu do casal, desejou boa sorte. Entrou novamente, e saiu novamente, em nossa direção … ai ai … ele perguntou
– Monsieur Cleber?
– Madame Fabian?

Nos pediu pra entrar.

Escolheu cuidadosamente onde eu e o Cleber nos sentaríamos e então tudo começou.

A todo momento ele pedia a documentação:
– Certidão de casamento e passaportes
– Diplomas e históricos do Cleber
– Diplomas e históricos da Fabiane
– Comprovantes de trabalho do Cleber
– Comprovantes de trabalho da Fabiane

e ao meio de tudo isso, ia questionando sobre o tempo de estudos (mandou o Cleber fazer a conta nos dedos hehe), tempo de trabalho, o que fazia no trabalho, e a mesma coisa pra mim, sempre em francês, e sempre muito calmo e extremamente educado e paciente.

E ainda na expectativa do Monsieur LeBlanc começar com as perguntas sobre porque, como, onde etc etc e nada.

Bom a parte mais difícil foi que a cabeçuda aqui não levou o diploma da universidade (somente levei o histórico e atestado de conclusão de curso) e ele meio que ficou um pouco desapontado por eu não ter levado 😦 ponto negativo. Outra coisa que ele me pediu também e que eu não tinha era o último holerite, eu tentei mostrar para ele por minha carteira de trabalho que eu ainda estava trabalhando, mas ele me pediu então o crachá da empresa (er claro que eu não havia levado), por fim consegui convencê-lo, mas para os próximos sempre leve um comprovante de que vc ainda está na empresa.

E ele sempre escrevendo no computador de lado pra nós, isso já eram 11:50h e nada de perguntas sobre o Québec.

Nos pediu os comprovantes de linguas, Francês, mas também tínhamos o IELTs e ele quis olhar, acredito que tenha incluído essa informação no documento que ele estava escrevendo sobre nós.

E então ele inciou perguntando:
1) Porque escolhemos o Québec?
Cleber respondeu que queria uma vida melhor etc etc.

2) Qual era nossa estratégia quando chegassemos ao Québec?
Nesse momento o Cleber já estava com as ofertas de trabalho que havíamos encontrado na internet. Monsieur Le Blanc, adorou, nesse momento ele ficou satisfeito pois viu que estávamos preparados, que havíamos pesquisado etc etc. Ficou olhando as ofertas e comparando com o que havíamos dito sobre nossas profissões.

Nós mostramos as fotos da viagem e mostramos a ele, novamente ele ficou contente pelas fotos que tiramos e por termos ido conhecer o Québec. Disse que havíamos feito muita coisa em apenas 1 semana de viagem, comentou sobre a neve, fez um brincadeira com o Cleber sobre a neve cair na cabeça e machucar e novamente se virou para o computador.

Virou sorrindo pra gente e disse Felicitation!

ufaaaaaaaaaaaaaa

Nos parabenizou, nos desejou sorte, nos deu conselhos e foi isso.

saimos de lá muito felizes, sem entender o que realmente havia acontecido …

somente 2 perguntas, muito bom !!!!

na sequência já fomos pagar a taxa do federal no HSBC, tiramos cópia dos comprovantes e as 15hs pegamos a fila do Consulado do Canadá e conseguimos dar entrada na documentação pela parte do federal.

bom mais uma vez em breve começaremos a olhar nossa caixa de correio novamente em busca do pedido dos exames médicos.

março 26, 2009 Posted by | entrevista | 4 Comentários

entrevista – passamos


estamos muito felizes … amanhã com calma conto em detalhes tudo que passamos. Um super beijo e obrigada a todos 🙂

ah! já demos entrada no processo federal 🙂

março 26, 2009 Posted by | entrevista | 2 Comentários

já voltamos …

e então amanhã é o GRANDE dia … nos preparamos o quanto pudemos, ainda temos uma última aula hoje de francês e então amanhã as 11hs estaremos lá de frente para a pessoa que decidirá nosso futuro …

sobre a viagem, foi tudo lindo, eu me apaixonei por Gatineau-Ottawa e realmente é lá que vamos morar, depois coloco algumas fotos por aqui.

estou aqui torcendo por todos que estão nos estudos para o IELTs do processo federal e também para quem vai fazer a entrevista pelo processo de Québec.

super beijo e boa sorte 🙂

março 24, 2009 Posted by | entrevista | 3 Comentários