Nossa história… agora no Canadá

“Eu queria iniciar uma experiência e não apenas ser vítima de uma experiência não autorizada por mim, apenas acontecida. Daí minha invenção de um personagem. Também quero quebrar, além do enigma do personagem, o enigma das coisas.” Clarice Lispector

Île-des-Soeurs: linha tênue de amor e ódio

primeiro preciso fazer uma confissao: EU SOU RECLAMONA.

heheh agora vou desabafar: eu gosto muito de morar aqui na Île-des-Soeurs, o local é lindo, muito verde, tudo muito tranquilo, temos a natureza quase dentro do apto … ok ok mas o busao é fogo 😦
só temos 2 linhas: 12 que vai pra LaSalle e o 168 que vai pra McGill.
o default é sempre eu esperar por volta de 20-30min, e isso me irrita muito, fora que o trânsito no horário de rush é muito chato, perco por volta de 1h pra vir ou ir, enfim ess parte é muito chata. Em horários de pico, temos ônibus de 15 em 15 min, mas em outros horários, chegamos a esperar 30min, isso é muito complicado.
Penso sempre em sair daqui, mas o grande problema sao nossos 2 cachorrinhos pequenininhos heheheh
Aqui foi tudo muito fácil pra alugar, aliás alugamos quando estávamos no Brasil ainda. Facilidade né…

Quando eu chego aqui eu amo, mas quando estou no ponto esperando eu realmente fico muito brava … vamos ver o que resolveremos, pois sao muitos pontos a ser considerados.

vamos deixar o tempo rolar.

Anúncios

junho 23, 2010 Posted by | Uncategorized | 15 Comentários