Nossa história… agora no Canadá

“Eu queria iniciar uma experiência e não apenas ser vítima de uma experiência não autorizada por mim, apenas acontecida. Daí minha invenção de um personagem. Também quero quebrar, além do enigma do personagem, o enigma das coisas.” Clarice Lispector

vira-lata está na moda!

Vira-latas são os cães preferidos dos paulistanos

eu estou na moda 🙂 essa é a minha Cristal – amor incondicional

Anúncios

junho 28, 2010 Posted by | dogs | 6 Comentários

apelação

e o francês?

quase 4 meses se passaram, e eu me pergunto?

P: – E o meu francês continua o mesmo?
R: – O meu francês é como o de uma criança de 7 anos.

pausa para reflexão …

Como assim? A mesma coisa? Ah, não, agora eu já sei pedir comida em qualquer lugar, consigo comprar o que quero onde quero, consigo até perdi informaçao, entendê-la e esboçar um “Merci” realmente verdadeiro.

P: – Será que um dia vou falar sem sotaque? Ou, vou falar quebecóis?
R: – Ah, poxa que difícil, querer eu quero, imagina que sonho, e sem ser apelona.

pausa para reflexão …
Eu SEMPRE apelo pro inglês … eu até me esforço pra tentar montar as frases mais simples, mas meu cérebro (esperto que só!) já me manda rapidinho uma mensagem (- Vai boba, apela pro outro que é mais fácil) e eu simplesmente acato a ordem superior e APELO! E logo depois da apelação vem aquela sensação de fracasso! Ahhhhhhh, francês, quebecóis ou não, sempre o francês! Falando ou não como pato (eu assumo que eu queria saber falar NASALMENTE), eu não tenho a capacidade de formar 2 frases coesas em frances. Devo falar algo como: Ontem, a gente vai … (pausa pra lembrar da palavra) hummm … ahnnn (poxa cadê o Cleber) hummm … ahhh, OIU BARBECUE ops essa palavra é em inglês?

ai ai estou formando um novo dialeto o portinces hehehe

P: – Normalmente meu default é responder: OUI. Tá, mas e quando me perguntam pra decidir entre 2 coisas?
R: – Primeiro eu respondo OUI, se a pessoa fizer cara de “O que essa maluca está falando??” então eu despejo um “Vous pouvez repeter s’il vous plaît?” e já ligo o botão, ah fui descoberta. E meu senso de criança de 7 anos volta a tona como em um passe de mágica.

pausa para reflexão …
eu preciso realmente tomar vergonha na cara e ESTUDAR.

junho 25, 2010 Posted by | Uncategorized | 4 Comentários

Île-des-Soeurs: linha tênue de amor e ódio

primeiro preciso fazer uma confissao: EU SOU RECLAMONA.

heheh agora vou desabafar: eu gosto muito de morar aqui na Île-des-Soeurs, o local é lindo, muito verde, tudo muito tranquilo, temos a natureza quase dentro do apto … ok ok mas o busao é fogo 😦
só temos 2 linhas: 12 que vai pra LaSalle e o 168 que vai pra McGill.
o default é sempre eu esperar por volta de 20-30min, e isso me irrita muito, fora que o trânsito no horário de rush é muito chato, perco por volta de 1h pra vir ou ir, enfim ess parte é muito chata. Em horários de pico, temos ônibus de 15 em 15 min, mas em outros horários, chegamos a esperar 30min, isso é muito complicado.
Penso sempre em sair daqui, mas o grande problema sao nossos 2 cachorrinhos pequenininhos heheheh
Aqui foi tudo muito fácil pra alugar, aliás alugamos quando estávamos no Brasil ainda. Facilidade né…

Quando eu chego aqui eu amo, mas quando estou no ponto esperando eu realmente fico muito brava … vamos ver o que resolveremos, pois sao muitos pontos a ser considerados.

vamos deixar o tempo rolar.

junho 23, 2010 Posted by | Uncategorized | 15 Comentários